Kapan Komenta #15 - Natais de Ontem e de Amanhã


Ok, então eu fiz um podcast um pouco diferente, é basicamente jogando conversa fora sobre os Natais da minha infância e agradecimentos a quem me ajudou esse ano. Se essa não é sua praia, eu entendo, vai pro Random que deve ter algo que te agrade.


O Natal da TURMADUPATETA


E mais uma vez vamos a um episódio de Natal!

Da Disney!

Porque se tem uma coisa que combina com essa época tão feliz, colorida, engordante e abraçante são episódios temáticos celebrando o nascimento de Jesus, são desenhos especiais com roteiros bregas e clichês mas cheios de coração!

Sim, senhor, nada melhor que dormir na casa do primo na semana to Natal, acordar às 11h, ligar a TV e ser bem-recepcionado com uma programação especial maratonando especiais de Natal, às vezes de desenhos que a emissora nem exibe normalmente, mas que como tá na pasta "especiais fim de ano" ela bota do mesmo jeito.

E é assim que a gente acabava vendo especial de Natal de desenhos como Taz-Mania, Hi Hi Puffy Ami Yumi, Os Vegetais, De Volta pro Futuro e O Conto de Natal do Mickey.

E um dos desenhos que eu melhor me lembro do tempo que eu era um moleque feliz e catarrento de 8 anos é ATURMADUPATETA. Como alguns sabem, eu não cresci vendo os filmes clássicos Disney, mas os desenhos e quadrinhos era quase uma constante na minha vida desde que me entendo por gente. Dos curtas clássicos, TURMADUPATETA até desenhos mais modernos como Mickey Mouse Works (e por tabela House of Mouse), minha vida era ver TV na esperança que algum estagiário acidentalmente reprisasse algum desses desenhos pra eu poder ver e ter uma bela surpresa.


E depois de velho... O desenho DUPATETA continua incrivelmente bom. Tanto pela arte, como pelas histórias, ambas capturando um lado brega, colorido e divertido dos anos 90.

Algum dia eu faço uma resenha completa desse desenho.
Então, sem mais delongas, ONATALDATURMADUPATETA!

A-HYUK!


Ajudante de Papai Noel


Eu não sou necessariamente um grande fã de luta livre. Na real, basicamente tudo que eu sei sobre o esporte veio do Blog do Amer ou de informação que um amigo meu me passa vez ou outra.

Paulo, se tiver lendo isso, é com você.


E eu sei que recentemente a WWE começou a entrar no mercado de filmes, com os mais notáveis geralmente envolvendo animações, como crossovers com propriedades da Warner/Hanna-Barbera e a sequência de Tá Dando Onda.


Mas se você olhar no seu calendário É NATAAAAAAAAAAAAALYA

Ou não, cê pode tar lendo isso em Julho. O que tecnicamente ainda seria NATHAAAAAAAAAAAL porcausa do especial da Rankin/Bass. Ou porcausa da Austrália. Ou porcausa do filme de 1940 mas eu nunca vi e-ENFIM divago.


E como estamos no Natal, veremos um filme natalino da WWE.

Porque se tem uma coisa que eu associo ao nascimento de Jesus, são indivíduos de 2 metros de puro músculo quebrando a coluna e vesícula um do outro enquanto Donald Trump raspa o cabelo do cara que dublou uma lontra que sonha em ordenhar um peixe pela bunda.


Então, vejamos como The Miz e Paige se saem em Santa's Little Helper!


Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi


E mais uma vez chega Dezembro, com a nova tradição anual de ter um filme de Tauó nessa época onde as pessoas tão correndo pra lá e pra cá com caixas de presentes enquanto tentam decidir se dão um presente bacana de amigo secreto ou resolvem zoar logo e dar um conjunto de colheres furadas praquele cara chato que tirou.

Enfim, ano passado tivemos a decepção que foi Rouge One, que embora seja visualmente legalzinho, não tem o desenvolvimento que deveria ter. Mas agora não tamo lidando com um spin-off, um Universo Expandido, mas sim um filme do canon que por mais que 0,3% dos fãs mais retardados não queiram aceitar, não vai ser jogado fora.


Seu bando de miolo de pote.

Enfim, vejamos se Tauó Livreto 8: Os Últimos Jegue vale a pena.

E sim, esse artigo leva o selo Weesa Free From Spoilers.


A Verdadeira História de Papai Noel (1970)


Eu já resenhei outros filmes da Rankin/Bass aqui, e esse ano eu queria poder falar mais desses especiais.

Mas infelizmente a faculdade me sugou ânimo, energia, sanidade, dinheiro, suor, e em troca me deu stress desnecessário e gordura, então eu meio que esqueci de fazer uma schedule bonitinha que nem ano passado.
...
é.

Mas ao menos esse ano vamo falar desse filme sobre a origem do Papai Noel.
Não, não o baseado no livro do mesmo autor de Oz, esse deixa pro ano que vem.
Mas sim, esse filme que tem gente que você provavelmente nunca ouviu falar, a menos que tu lembre de alguma Sessão da Tarde de antigamente, ou algum vídeo gringo por aí.

Ou que já viu e não sabe. Sei lá, só vamo.